quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

Manta Apae 21

 

De uma em uma a gente chega lá. Já passamos da metade e acho que a segunda metade sempre é mais rápida. Não sei se pela experiência adquirida na primeira metade ou se a gente acelera mesmo para concluir a empreitada. 

Seja o que for os trabalhos vão andando para a conclusão deste projeto. 
Esta foi mais uma manta feita com sobras emendadas, só que esta eu optei por deixar as emendas visíveis. 

É um modelo tecido  totalmente com pontos altos, sem intervalo e sem intenção de combinar cores ou texturas. Mesmo porque a bola de linhas  já estava toda feita, fui juntando na medida que sobrava pequenos pedaços ao final de algum trabalho.   


quinta-feira, 11 de fevereiro de 2021

Manta Apae 20

Quando se tem várias cores e várias texturas de lã macia não precisa de nenhum modelo elaborado para fazer uma manta.

Neste modelo eu alternei carreiras de pontos altos e carreiras de pipocas. 
Estas lãs eu já tinha a bastante tempo aguardando uma boa oportunidade para serem utilizadas. 
Eu resgatei na casa da minha filha que compra, começa e nem termina o trabalho então encontra outra lã e já inicia novo projeto.  Não posso nem falar porque eu faço a mesma coisa.

domingo, 24 de janeiro de 2021

Doce de colher Romeu e julieta


Um dos meus doces preferidos. Normalmente eu uso produtos sem açúcar e sem lactose mas para quem prefere podem ser usados os produtos comuns. 
Se preferir também pode usar gelatina para espessar o creme. Retira as gemas e a maizena e acrescenta um pacote de gelatina sem sabor preparada conforme instruções da embalagem.  
Ingredientes:
1 lata de leite condensado
2 medidas de leite (uso leite de castanhas ou outro leite vegetal)
1 medida de requeijão ou outro queijo cremoso 
2 gemas
6 colheres de sopa de maizena
1 xic de goiabada picada (sem açúcar)
1 xic de agua
Modo de fazer:
Bater no liquidificador o leite condensado, o leite, as gemas e a maiozena.
Levar ao fogo até engrossar. Acrescentar o creme de leite.
Colocar esse creme num pirex ou taças individuais
Levar ao fogo a goiabada e a agua até dissolver. Despejar sobre o creme branco. 

quinta-feira, 21 de janeiro de 2021

Pão italiano com recheio de sobras de frango

Esta receita é a mesma do pão italiano. Reduzi os ingredientes pela metade  para ter um pão menor e recheei com sobras de frango, tomate, azeitona e orégano. 
ingredientes:
400 gr de farinha de trigo
5 gramas de fermento para pão 
15 gramas de sal
270 ml de agua morna
Recheio
Sobras de frango refogado em azeite de oliva  com 1 tomate sem pelo e sementes, azeitonas e orégano a gosto. 
Mistura todos os ingredientes secos e vai acrescentando a agua morna mexendo com uma colher. 
Depois de bem misturado coloca em um recipiente vedado com papel firme e deixa crescer por uma hora. Despeja a massa sobre a mesa enfarinhada, abre com as mãos e coloca o recheio que preferir. Fecha a massa e coloca no recipiente aquecido por 10 minutos. Tampa e leva ao forno, 30 minutos 220 graus. Destampa e deixa a 180 graus  o tempo suficiente para corar. O meu ficou 15 minutos. 
Fica perfeito para um lanche ou acompanhar uma refeição. 

domingo, 10 de janeiro de 2021

Pão Italiano com rápida fermentação

 
Este pão é perfeito porque tem uma casquinha crocante e é muito macio no interior. 
Fácil de fazer, apenas quatro ingredientes,  e rápido porque a fermentação é de 1 hora apenas.  Fica perfeito quando servido com acompanhamentos da culinária italiana como antepasto, azeite de oliva, burro, salame,  e fica muito bem acompanhando um capeletti in brodo e também é bom  puro, somente pelo prazer de comer um bom pão, 
Ingredientes:
800 gramas de farinha de trigo
1 pacotinho de fermento para pão (10 gramas)
30 gramas de sal (eu coloquei menos porque como pouco sal)
540 ml de água morna

Misture os ingredientes secos (farinha, fermento e sal). Junte a água morna aos poucos até ficar uma mistura homogênea. Não precisa e não deve bater, é somente misturar tudo muito bem. 
Fica uma massa um pouco mole, se não conseguir mexer com a colher até misturar completamente use a mão mas coloque uma luva porque a massa é bem grudenta.
Depois de misturado cobra com papel filme e deixe bem vedada.
Coloque num local tranquilo para crescer durante uma hora. Eu coloco dentro do forno. 
Ao final de uma hora a massa dobra de volume.
Retira a massa de dentro do recipiente e coloca sobre uma superfície enfarinhada.
Nesse momento você liga o forno a 220 graus para pré aquecer por 20 minutos. 
Depois de 10 minutos coloca dentro do forno o recipiente onde vai assar o pão, juntamente com a tampa.  
Pode ser uma panela de ferro, barro ou inox, desde que tenha tampa. 
Eu coloquei na tigela com outra tigela para cobrir. 
Eu já fiz esse pão na panela de barro e de ferro, mas eu queria ver como era o processo todo, o que acontecia dentro do recipiente. Não acontece nada, só assa mesmo. 
Enquanto esquenta o forno e o recipiente, você manuseia a massa com uma espátula fazendo movimentos de baixo para cima 
a partir das bordas para o centro. 
Movimentos leves que não prejudiquem a aeração da massa, só para formar uma bola.
Junte as pontas no centro. Essa parte das pontas que junta você vai colocar pra baixo no recipiente de assar. 
Retira a tigela ou panela de dentro do forno com muito cuidado porque está muito quente. Polvilha com farinha e com a ajuda de uma espátula coloca essa massa dentro do recipiente, virada com as pontas da emenda para baixo.  
Polvilhe a massa com farinha de trigo e faça cortes com uma faca. 
Cobre com a tampa ou qualquer coisa que impeça a saída do calor do interior e leva ao forno para assar.
por 30 minutos a 220 graus. 


Depois de 30 minutos retira a tampa e deixa mais 30 minutos a 180 graus. 
Nesses ultimos 30 minutos vai observando como gosta se mais branquinho  ou mais torradinho. O tempo vai depender do gosto de cada um. 
Buon appetito.

sexta-feira, 1 de janeiro de 2021

Manta Apae 19





Mais uma manta com o modelo de ponto ripple ou zig zag que eu utilizo muito para tecer com sobras de linha. 
Nesta manta as linhas utilizadas foram sobras de tons mais escuros com predominância de tons verdes. 



domingo, 20 de dezembro de 2020

Pavê de Panetone, Pavê de Natal


 Uma perfeita sobremesa de natal. Execução fácil, ingredientes comuns e com sabor de festa natalina em  família. 
Esta receita pode ser dobrada, triplicada ou repetida  conforme a quantidade  desejada. Essa quantidade de ingredientes serve cinco pessoas generosamente. 
Também pode ser utilizada em outras ocasiões substituindo o panetone por bolo ou biscoito champanhe. De todo jeito fica bom. 
Ingredientes: 
Usei leite condensado e chocolate sem açúcar. 
Para o creme:
1/2 litro de leite
1 lata de leite condensado 
1 caixa de creme de leite
50 gr de chocolate amargo ou meio amargo
50 gr de chocolate branco
3 colheres de sopa de maizena
fatias de panetone  a gosto

Para a ganache:
1 caixa creme de leite
50 gr de chocolate amargo ou meio amargo (como eu utilizei 50 gr de uma barra de 90gr de chocolate amargo para o creme, eu fiz a ganache com as 40 gramas restantes. E juntei também as 40 gr de  chocolate branco que sobraram da barra de 90gramas.)
Modo de fazer o creme:
Numa panela junte o leite, o leite condensado, a maizena e leve ao fogo brando mexendo até engrossar. Junte o creme de leite e cozinhe até dar ponto de um creme leve brilhante.  
Divida o creme em duas partes e junte numa delas o chocolate escuro e na outra parte junte o chocolate branco. Mexa até derreter o chocolate e reserve para a montagem. 

Modo de fazer a ganache
Leve o chocolate  ao fogo em banho maria ou no forno de microondas até derreter.
Junte o creme de leite e mecha até ficar totalmente misturado e brilhante
Reserve para utilizar na montagem. 
Para a montagem em pirex ou taças individuais
Coloque alguns pedaços de panetone no fundo do recipiente, sobre este coloque o creme de chocolate.
Disponha fatias ou pedaços de panetone sobre o creme de chocolate e espalhe sobre este o creme branco.
Finalize com a ganache 
Se desejar coloque raspas de chocolate sobre a ganache. 



quinta-feira, 26 de novembro de 2020

Porta alcool gel para pendurar na bolsa






As medidas preventivas continuam então fiz novos modelos de porta alcool em gel para pendurar do lado de fora da bolsa. Facilita o manuseio e é mais seguro porque não precisa abrir a bolsa para vasculhar dentro e achar o recipiente. Só pra facilitar. 

quinta-feira, 19 de novembro de 2020

Mantas Apae 17 e 18

 Mais duas mantas daquele projeto para a Apae.
 Desta vez duas mantas iguais, tecidas com sobras de linhas.  

São sobras de pequenos pedaços emendados aleatoriamente. É muito divertido tecer porque a gente vai se  "encontrando" com as linhas de diversos trabalhos já feitos, vai tendo recordações de outras teceduras que nem se lembrava. 

Vou formando um rolo de todas as sobrinhas e depois teço este ponto ripple conforme o gráfico no final da postagem. 
Existem vários modelos de ponto ripple, ou zig zag, mas este é perfeito para tecer sobras porque na carreira de pontos baixos a gente esconde as emendas, que são muitas.