terça-feira, 22 de julho de 2014

Bau pintado e o Tema de Lara

Este baú fazia parte do mobiliário do quarto das minhas filhas quando eram adolescentes.  Era embutido atrás de uma cabeceira, por isso  tinha laminado somente na tampa e na parte de dentro. 
 Elas cresceram, mudaram-se e o quarto se transformou em quarto de visitas, com outros móveis. O baú levei para o sítio e lá permaneceu por muitos anos guardando forros de cama e toalhas da casa. 
Recentemente a casa do sítio foi desativada e eu trouxe a peça com intenção  de restaurar para guardar lãs e linhas no meu quartelier. 
Quando deixei de passar fins de semana no sítio eu doei algumas coisas e os móveis que sobraram eu cobri com velhos lencóis para evitar poeira. Quando fazia isso me veio a memória um filme que assisti a muitos anos. Doutor Jivago. Quem não assistiu já deve ter ouvido falar.  
A primeira vez que vi  esse filme, eu era pouco mais do que uma adolescente e ele já era meio antiguinho. Chorei muito com a ingratidão do universo conspirando contra  aquele amor  tão sublime entre o protagonista e a linda  Lara, aquela que deu origem ao tema. Desejei que eles se reencontrassem e permanecessem juntos e felizes para sempre, mas não foi assim que aconteceu no final e eu achei muito injusto. 
Mas o tempo passou e muitos anos depois eu, já casada e com filhos, vi o filme novamente. O que eu vi então foi um cara galinha, sem vergonha, com aquela loira de farmácia, safada, vadia, tentando roubar o marido da pobre coitada que ficava em casa passando frio para deixar a lenha da lareira somente para quando o safadão chegasse. A gente muda de opinião no decorrer da vida rsrsrs. 
Para a pintura eu dei uma mão com a batida de pedra. 
Para dar o efeito de patna provençal a gente dá uma mão de tinta escura e depois uma mão de tinta branca que pode ser  PVA ou esmalte a base de agua que  foi o que eu usei  porque era o que eu tinha, e depois de seca a gente lixa em alguns pontos para aparecer a tinta escura do fundo, como se estivesse desgastada.
Para econominar caminho e tinta, eu  aplico a tinta escura apenas em alguns lugares.  Como vou passar o branco em cima e para não me perder, eu fotografo a peça para saber onde estão as manchas escuras na hora de lixar. 
Na frente do baú eu fiz uma pintura imitando um cartão postal antigo, inspirada em vários desenhos que vi pela net. O selo eu imprimi e fiz decoupagem porque minha capacidade desenhistica não chega pra tanto. 
Se gostou do meu post me recomende no . Obrigado

18 comentários:

Renata disse...

Joana
Parabéns pelo seu trabalho e pela criatividade! Ficou uma peça muito linda!
Abraços
Renata

Ana Cristina disse...

Joana! ri muito aqui, tu sabe que este filme eu vi também já faz alguns anos, e me lembro que eu não me conformava dele trair a Lara, e o soneto é o mais lindo que já ouvi, até comprei uma arpa na época só para aprender a tocar rsrs, se tivesse aprendido era bom, só que não!!! Amei a tua sugestão de tirar a foto!
Lindo post! Abraço!

Crocheteando...momentos! disse...

Parabéns pelo trabalho Joana pois está maravilhoso!
Bj

Anônimo disse...

Joaninha,

Já sabe, né? Só parabéns por seu trabalho semrpe maravilhoso. mas espere aí.... E aquele tapete na frente do baú que só aparece um pedacinho? Vc já o postou por aqui? Se sim, please, mostre de novo... Se não, inaugure.
Beijão.
Irene Britto

Nina Dias disse...

Lindo Joana, bs Nina

disse...

Ficou maravilhoso!!! Adorei a pintura, adorei o selo; ficou demais!!!
Esse Dr Jivago hein... é incrivel como temos uma percepção diferente com o passar do tempo...

bjinhos

Cristiane Marino disse...

Oi Joana,

Estou voltando de férias e vim agradecer pelo carinho e conferir as novidades…
Adorei seu baú, ficou realmente lindo…
Concordo com você que a gente vai mudando nosso olhar para as coisas à medida que amadurecemos, eu toquei muito o tema de Lara no piano, senti saudades.
Bjs e ótimo final de semana

Karina K. disse...

Oi, Joana!
Obrigada pela visitinha e pelo comentário carinhoso. Não me arrisquei ainda em trabalhos com mais de duas agulhas, pois só de olhar já acho que vou me atrapalhar, hehehe. Mas quem sabe qualquer hora crio coragem.
Parabéns pelo seu blog e por todos os belos trabalhos. São realmente lindos!!
Bjs

Marta disse...

Te ha quedado muy bonito el baul.
Felices vacaciones.
Besitos guapa

Mara e Alex disse...

Oie! Muito legal seu blog...Adoro, sempre busco aprender mais... Eu sou a Mara, trabalho com artesanato, tbm tenho um Blog, visite, se gostar, fique nele, siga... Abraços guria! http://atesoartesanato.blogspot.com.br/

Angela de Paula disse...

Que bom lembrar este filme!
Tenho a mesma certeza que você.Já tentei rever alguns filmes que me emocionaram e deu nisso:só decepção.
...ah,e muitas risadas!
Bjos,Joana!
...ah,adorei o baú! kkkkk

Marisa Torres disse...

HOLA JOANA!!!!! EL BAÚL TE HA QUEDADO DIVINO...ME ENCANTA.
BESOS DESDE ESPAÑA.

Fabiana disse...

Eu quero ver esse filme!!! hahahaha

Mara Lucia Bechara disse...

Vou procurar Dr Jivago,lembro de que tinha uns 15 anos e de Omar Sharif,que era libanês lindo de morrer e o tema que é um clássico.
Nossa Joana pegou o jeito com a batida,ele é genial,seu trabalho está lindo álias tudo que vc faz é um bom gosto incrível!!
Me mudei para Sp ,na casa de minha mãe que está em inventário,já foi dividido quase tudo,só ficou móveis
de estilo espanhol que é um crime mexer,então agora estou recomeçando,só vim com 2 malas e minha neta de 16 anos veio junto para estudar,depois de 20 anos voltar para Sampa foi difícil e para casa de minha mãe indiscritível rsrs.....mas já acostumei,a casa tem 50 anos....é a vida.Vou trazer minhas coisas e dar meu toque pessoal..logo mostro.
Bjss
Mara Lúcia

Márcia Balz disse...

Mas bah! Quanta criatividade! Reaproveitamento de móveis é ótimo, dar sobrevida a uma peça querida. Como um pouco de técnica e dinheiro conseguiste criar uma peça original. Parabéns! Bjim!

arteseriscos disse...

Boa Tarde,

O baú ficou maravilhoso demais, parabéns pelo belíssimo trabalho..
Faça uma visitinha ao meu cantinho e fique a vontade para deixar a sua opinião..

www.arteseriscos.com

Luma Rosa disse...

Oi, Joana!
Com o passar dos anos, temos uma visão diferente dos fatos. Enquanto romanticamente pensamos que as pessoas mudam em prol do amor, sabemos que com o passar dos anos, as pessoas somente pioram. Quem é de boa índole, sempre esforço para melhorar, mas os sem caráter...
Eu assisti dr. Jivago faz muito tempo e lembro do cenário, da música, dos atores... mas não lembro do enredo. Está na hora de assistir de novo!
O baú ficou ótimo e o trabalho imitando postal deu um ar bucólico, nostalgico e romântico. Muito bacana!!
Beijus,

Mara e Alex disse...

Oiii! Estou visitando seu blog, amei! E estou te seguindo...Eu e meu marido tbm fazemos artesanato e temos um blog, visite e se gostar siga...ABRAÇOS!
http://atesoartesanato.blogspot.com.br/